domingo, 18 de abril de 2010

Amigos que são amigos de Jesus!

Antes de mais nada, parabéns o Xande e à Sandra, que completam hoje mais um aninho de vida!!!
Que eu possa estar aqui nos próximos 83 aniversários de vocês para ajudar a apagar as velinhas!!!
Desejo muuuuuitas felicidades!!!

Gente, estou aqui, com os meus botões, pensando...

Lembro que eu sempre escrevi sobre amizades aqui no blog.
Quem me conhece, sabe que canto na Igreja, num grupo de oração. Busco ter as amizades sempre em Deus, procurando nunca desapontar alguém. Principalmente os mais próximos.
Mas tá complicado!
Por que será que isso é assim, né?!
Na verdade, a gente sabe!
É pela nossa humanidade! A gente decepciona e é decepcionado!

Sabe o que é mais intrigante?!
Falamos tanto em santidade, em fazer a vontade de Deus...
Mas vira-e-mexe acontece alguma coisa e logo não agimos como candidatos à santidade.

Penso que os santos, quando vivos, não tinham tantos amigos assim. Ou se os tinham, viviam se decepcionando, pois acreditavam piamente naquele ser (o amigo ou amiga), e este o desapontava.

O Padre Léo, no seu jeito autêntico de ser, já falava abertamente que não tinha tantos amigos assim! E contava nos dedos de uma mão aqueles em quem confiava!

É duro uma pessoa como eu que, sempre rodeado de tanta gente, admitir que os verdadeiros amigos, aqueles que querem me ver santo e que contribuem para a minha santidade, são poucos.
Às vezes, nem por maldade!
Nos dias de hoje, valores como os pregados na Sagrada Escritura estão ficando cada vez mais raros. Santidade?! Castidade?! Busca?! Prá quê?!

Uma coisa que peço à Deus: "Senhor, não me deixe conformar com esse mundo!"
Sabe quando você tem a impressão que pode fazer tanto mais, mas faz muito pouco?!
Sei lá! Nessa madrugada tô assim!

O Cal, pregando hoje no grupo, falou uma palavrinha que tocou fundo o meu coração: RADICALIDADE!

Ele dizia na pregação que nós, jovens, devemos buscar com mais radicalidade ser de Deus! Sermos santos!

Ave... Tenho feito tão pouco... Ele citou o Fernandinho, que foi pro seminário no início desse ano! Os pais dele estavam no grupo!

Partilho isso com você que lê o meu blog, pois pode fazer você pensar, assim como um dia ME fez pensar!

O Fer, que eu acabei de citar, disse numa reunião, não lembro se de estrutura ou de servos, que não queria ser como eu!
Prá honra e glória de Deus, sempre recebi elogios, e sempre respondo com "Louvado seja Deus" (à nós o trabalho, à Jesus o sucesso)!
Mas sinceramente não esperava ouvir alguém dizer isso um dia! Me fez repensar a minha caminhada toda! Onde quero chegar?! Onde cheguei?! O que pretendo?!

Tempos depois ele disse que não foi por mal, e eu disse que entendi!
E você?! As pessoas se espelham em você?! Você tem sido um bom cristão?! Uma boa cristã?!

Eu sei que tenho de melhorar e muuuuuuito! Como sempre digo, "sei onde o meu calo aperta!"
E também sei que, nesse caminho, além de Deus, dependo somente de mim.

Quero ter a graça de ser melhor para as pessoas! Prá levá-las à Deus!
De que me adianta cantar, pregar, rezar, se nas minhas atitudes dou contra-testemunho?! Falo de mim! Não julgo ninguém, afinal, não sou ninguém para isso.

O jeito é rezar! E rezar muito!
Confio em Deus! Mas quero confiar muito mais! Que a graça de ter verdadeiros amigos seja uma realidade na minha e na sua vida!

Um abraço especial pro Fernando, seminarista da Diocese de Taubaté! Estou com saudade!
E seus amigos do Cordeiro também!!!
À você, da família Cordeiro de Deus, dedico essa música!
Deus nos abençõe!
Tô tentando ser melhor!
Postar um comentário