sábado, 18 de maio de 2019

O clássico "John Wick" nunca envelhece!

Acabo de rever um clássico do cinema de ação! Fazia um certo tempo que estava procurando onde ver "John Wick", até porque anteontem estreou nos cinemas "John Wick 3: Parabellum", e como gosto de relembrar os filmes que antecedem uma sequência, não poderia deixar de rever!

Está disponível na Netflix! Só que com o título "De volta ao jogo". 

Dá uma olhada no trailer dele!


Já o segundo filme da franquia, está disponível no serviço da Amazon, o Prime Vídeo. 
Esse pretendo ver amanhã ou quando sobrar um tempo, já que meus finais de semana costumam ser bem corridos. O quê é muito bom!

Mas voltando ao primeiro filme...

John perde a esposa para uma doença. Ela envia, pouco antes de morrer, um cãozinho para que ele tivesse "alguém" para amar, além do Mustang 69 que ele idolatra. Só que "uns maluco" roubam o carro dele e ainda tiram a vida do bichinho.

Acontece que o Wick é um assassino lendário, que ganhava a vida assim! 
Imagina a raiva do rapaz quando tudo isso acontece?

Keanu Reeves aprendeu tiro tático para gravar esse filme. Deu tão certo que as sequências vieram.
Às vezes, os cinemas não tem nada que nos atraia. Mas no momento em que escrevo esse texto, dois filmes me saltam aos olhos: um, é o "Vingadores: Ultimato", do qual já levei spoiler pra caramba. E o outro, é o Parabellum! Pretendo ver o quanto antes, antes que mais gente venha me dizer o destino do personagem, como ocorreu com o filme da Marvel.

Bem, é isso! Pretendo voltar a escrever mais no meu blog. Do alto dos meus 39 anos de idade, depois de ter passado tantas fases de minha vida escrevendo neste canto da internet, descubro-me cada vez mais como um amante das coisas "old school". Nada impede que me utilize do que há de moderno, como áudios e vídeos para me comunicar com vocês, mas a escrita ainda me encanta, embora saiba que as pessoas estão cada dia mais preguiçosas para ler.

Se você chegou até aqui, ótimo! Saiba que partilharei um pouquinho do que vivencio no dia-a-dia, com o intuito de quem sabe ajudar você, ou até mesmo, me ajudar. Faz parte!

Foto de tela old school para uma postagem e mídia old school!
Na grande maioria do tempo, vai ser pra comentar séries, filmes, colocar o quê pensei de cada produção e tals... É isso! 
Como amante da música que sou, isso não vai mudar. Sempre deixarei um clipe pra você assistir quando e caso queira assistir. Lá na rede do Zuckerberg, tá cada vez mais difícil colocar vídeos pra galera ver. Levamos o quê chamamos de "strike". O Facebook silencia seu vídeo, inutilizando-o. A vantagem de estarmos num produto do Google, é que aqui ele roda que é uma belezinha! 

Hoje deixo "Faded", de Alan Walker. Geralmente as músicas que coloco costumam ser mais "calmas", mas hoje, pra acompanhar o ritmo da ação do filme do qual falei e indico, melhor algo mais up!

É isso!

Obrigado pela leitura!
Apareça mais vezes por aqui! Interaja comigo! 
Em breve falarei mais em como você poderá fazer isso (ou não)!
Tenha um ótimo final de semana!
Voltarei aqui o quanto antes!



sábado, 16 de fevereiro de 2019

Desajustados

Lembro que a primeira impressão que tive desse filme, "As vantagens de ser invisível", foi exatamente essa: Como foi incrível a Sam (Emma Watson) e o Patrick (Ezra Miller) terem feito alguém que não se sentia notado, existir! Desde o início, a narrativa do Charlie (Logan Lerman) nos remete a ver como ele é sofrido.
Óbvio que não darei spoiler algum aqui. Filmes são atemporais, e sei que, alguém que nunca viu essa maravilha, pode chegar nesse post um dia.
Certa vez, li num muro, quando ainda era criança: "Somos loucos de uma geração que não encontra motivos para ser normal."
Seriam os desajustados de hoje! Claro que, na minha infância, eu não entendi o que queriam dizer. Apenas gostei da sonoridade da frase, e acho que por isso a decorei. A Sam, por algumas vezes, fala desses desajustes.
Como tratamos os desajustados? E como somos tratados quando somos os próprios desajustados?
Durante a vida, passamos por momentos de desencontro. Conosco e com os outros. Buscamos aí ajuda, das pessoas, amigos, conhecidos, por vezes parentes e Deus. Muitas vezes, acontece na adolescência. Mas também na juventude e na vida adulta. Por quê?
Porque estamos em constante construção. E percebemos, um belo dia, que não tínhamos todas as respostas que pensávamos ter. A vida ensina, a seu devido tempo, que nunca foi necessário sabermos tudo, até porque isso é impossível. Mas tá tudo bem!
Só quem vive ou já viveu algo assim sabe do quê estou falando. A diferença, é que alguns externalizam isso. Outros, guardam pra si.
Amante das palavras que sou, por diversas vezes coloquei aqui mesmo nesse blog, que tenho desde 2007, pensamentos, sentimentos, e quantos achismos! Rsrsrs!
E você, leitor e leitora? Já passou por isso alguma vez? Achava que sabia de tudo? Ou pelo menos, teve essa pretensão?
Somos desconstruídos quando percebemos que nem tudo é como achávamos que seria, ou que nem tudo é como queríamos. Mas tá tudo bem! Que bom seria se, lá atrás, a gente do presente, no passado, poderíamos nos dar esse acalento. De que tudo ficaria bem, na medida do seu possível.
Acabamos encontrando desajustados e desajustadas pelo caminho, que caminham conosco, com a gente! Do nosso lado! E isso torna o caminho mais fácil, menos difícil! Que felicidade poder encontrar pessoas assim!
Você já encontrou?
Se ainda não, não tem problema! Sua vez vai chegar, acredite! Nós somos infinitos!

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

#15de365 - DUROU 15 DIAS (OS ININTERRUPTOS)

Fala, minha gente. Tudo bem?
É. Desde o início eu sabia que não seria fácil levar esse "projeto" a cabo.
Postar todos os dias exige dedicação, tempo e ter assuntos pra se falar.
Estava pensando aqui com meus botões: qual é a graça de entrar num blog para ver uma postagem de... nada?

Ontem, tive conteúdo, e por isso foi legal estar aqui. Mas não quero postar somente por postar. 
Por isso, digo à quem realmente interessa, você, leitor e leitora, que para ficar por dentro dos posts, quando eles saírem, que visitem a página do blog no Facebook. Não vai ser nem na minha página particular, e sim na página do Blog mesmo. Afinal, quem realmente se interessa, curte a página para saber quando tem postagem nova ou não!

Mas agradeço, viu?

Algumas pessoas que encontram comigo comentam que tem lido e tal... E é em respeito a você, que visita esse espaço, que quero, quando tiver algo que eu julgue interessante colocar aqui, fazê-lo de bom grado!

Hoje não tem nem vídeo. Seria postar por postar.

Aliás... Não!

Já que estou aqui, vou deixar o teaser trailer que a HBO disponibilizou domingo, juntamente da data de lançamento da 8ª e última temporada (que pena...) da série Game of Thrones. Estréia 14 de abril.

Abraço, e até um dia quando eu tiver algo interessante pra dizer.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

#14de365 - #COMPROMISSO2019 | ALDEIAS DE VIDA

Olá, minha gente querida, leitores e leitoras deste espaço na internet!
Hoje estou vindo mais cedo!
Ontem fui lembrar de que não havia postado, e por isso baixei (de novo) o app do Blogger só pra fazer aquele mini-post e não deixar de estar aqui! Faltavam dez minutos para a meia-noite, e como não estava em casa, postei do celular mesmo. Sem atrativo, sem vídeo, nem foto, mas tava lá!

Na noite desse domingo, eu e muitas outras pessoas fizemos nosso Compromisso para com o movimento #AldeiasDeVida. Já publiquei um post, nesse ano, falando um pouco sobre o quê é esse movimento. Inclusive, tem um vídeo com nosso Pai-fundador, Padre Pedro Cunha, explicando mais detalhadamente, numa entrevista que concedeu à Rede Vanguarda.

Obviamente, não pude fazer uso do celular durante os momentos, mas fiz uma imagem de um dos locais onde nos reunimos lá, e a Gilminha tirou uma selfie com ela, comigo e com a Charlene, minutos antes de adentrarmos ao local do Compromisso.
Casa de Cursilhos (Diocese de Taubaté)

Em tão pouco tempo, tantas histórias pra contar!
Foto: Gilma Vilela
Indescritível! Não posso dar detalhes, porque pode ser que alguém que leia o post/blog um dia queira fazer a experiência das Aldeias de Vida, e eu acabaria com todo o mistério que existe. Mas olha...
Aconselho muito que façam, porque na minha vida, foi um divisor de águas!

Aproveito o ensejo para agradecer minha mãe Arlete, que sempre intercede por mim e por meus irmãos e minhas irmãs de movimento, e também a Kátia, com quem sirvo no Ministério de Música Magnificat, que enviou uma mensagem muito legal, dizendo que estaria rezando por mim, em mais esse passo de minha Vocação!

Abraço também aos aldeeiros e aldeeiras que fizeram comigo o Compromisso. Que Deus nos ajude nessa linda e desafiadora missão! Aos que farão hoje e nos próximos dias, nossas orações também!

Há muito o quê fazer! Se formos fiéis "no pouco", Ele nos confiará mais!

Eu ia colocar a música do Juninho Cassimiro aqui, mas como já o fiz no dia quatro de janeiro, coloco outra, que também traz maravilhosas recordações!

A gente se fala!


domingo, 13 de janeiro de 2019

#13de365 - QUAAAAASE!

Desculpe a simplicidade extrema desse post! É que não tô em casa, e só lembrei agora que não postei hoje!
Postando direto do celular, por isso, só isso! Abraço e obrigado por estar aqui!