quinta-feira, 11 de março de 2010

Fora de alcance


Às vezes fico me perguntando o por quê de termos essa "capacidade" de ficarmos olhando prá trás quando na verdade temos é de olhar prá frente!
A psicologia explica!
Quem olha muito prá trás é porque no fundo gostaria de mudar algo lá naquela época!

Mas o que eu gostaria de mudar?!
Há algo errado em gostar de passado?!

Contanto que eu e você não vivamos nele!

Certa vez já escrevi aqui sobre o tempo que se foi, e que não volta nunca mais!

E o mais interessante: não é todo mundo que pensa como você! Há pessoas que gostam de relembrar, pelo simples fato de relembrar!
Há outros, que gostam de pensar em como tudo poderia ter sido diferente!

Nesse quesito, sou mestre! Rsrs!

Quaaaanta coisa olho e penso "e se tivesse sido assim?!"

E se...

Mais um tema que escrevi! Será que hoje vou ficar citando meus próprios posts?!
Não é porque eu tava morrendo de saudade de postar! Fiquei um bom tempo sem escrever!
Agora aqui, diante do PC, escrevo sobre tempo! Espaço tempo!

Ah! Sei lá!
Gosto da idéia de não ter regras! De não ser obrigado a escrever nada!
Já ouvi isso, já escrevi sobre! "Tentar escrever o que se sente diminui o sentimento!"
Pode ser verdade! mas quando se escreve sem preocupação, qual é o problema?!

Sinto-me hoje, aqui, como se estivesse num barco à deriva! Sozinho, sem ninguém prá me preocupar e sem ninguém prá se preocupar comigo! O que no passado, já foi um problema para mim! De repente, você percebe que os "portos-seguros" e as suas seguranças foram embora, sem se despedir!

Tudo muda! Os ambientes mudam! As realidades também!
"O que houve?", você se pergunta!
Quem precisa da resposta?!

As coisas ficam fora de alcance! Você estica o seu braço. Tenta levar a sua mão o mais longe possível, para ver se encontra a outra. Aquela que te apoiava! Cadê?! Onde ela foi parar?!

Aconteceu o mesmo que com você! Ela pegou um barco rumo ao desconhecido, e foi navegar por mares nunca dante navegados! Quem foi que disse que ela teria de te acompanhar a viagem toda?!

Devemos ter a coragem de navegar rumo ao desconhecido. Porque, afinal de contas, só assim descobriremos novas terras, novas realidades. E elas mudam! As pessoas mudam! Tudo muda! Tudo passa!

Mas sobrevivemos! Minha história não me deixa mentir!
Mas ainda assim, é um pouco triste olhar para o que passou!
O que foi tão bom, mas que nunca mais irá voltar!
Fora de alcance!
Postar um comentário