domingo, 20 de fevereiro de 2011

A caixa.

Acordo.
Me debato.
Olho prá cima, olho prá baixo.
Sinto que estou preso numa caixa.
Como entrei ali? Como fui parar ali?!

Com assombro, lembro que não lembro como entrei.
Continuo acordando aos poucos.
Me debatendo muito.
Olho prá esquerda, olho prá direita.
Não adianta. Não lembro mesmo.

Tento então gritar por socorro. Onde foram todos?!
Me deixaram?! Por que não me ajudam?!
Será que ninguém me ouve?! Ninguém se importa?!

Preciso pensar numa maneira de sair dali.
Quanto tempo levaria?! Dias?! Semanas?! Meses?! Anos?!

Não. Eu não duraria tanto tempo assim.
Não sem água, sem comida.
Tudo escuro. Não enxergo nada. Não ouço  nada.
Escuridão e silêncio total.

Por que raios estou ali?! No nada, com ninguém?!
Sei lá. Me perdi?! Me perderam?!
Acho que os dois.
Postar um comentário