sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Sinto saudade...

Em dias como este, sento aqui e me recordo das conversas que tivemos!
Dias tranquilos que se foram...

Dias maravilhosos aqueles, nos quais contava os segundos para te ver! E quando a via... O mundo parecia sumir!
Tudo o mais não importava! Ah... Como era bom ouvir o som da sua voz... Do seu sorriso!
Mas... A vida prepara das suas...
Nem tudo o que era para ser é! Tenho certeza disso!
Numa das curvas, a gente se desencontrou. E na outra curva, decidimos trilhar outros caminhos.

Mas decidir isso não significa que o passado não faça parte de dentro de nós!
São memórias que levarei para sempre aqui dentro de mim!
As músicas que partilhamos! As piadas que contamos! Os olhares... Os cabelos esvoaçantes ao vento...
Imagens inesquecíveis... Paro de digitar, fecho os olhos e lembro dessas cenas!
Sua preocupação para comigo... A minha para com você... Lágrimas que caíram e se perderam...

Mas que nutriram o que existirá para sempre, do jeito que pode existir!
Sabe... Coisas assim nos marcam para sempre!
É próprio do ser humano, enterrar em si, emoções e sentimentos que fazem dele, diante de outros olhares, um fraco, um perdedor...
Quando assumimos que somos fracos, aí que somos fortes!
Quis demonstrar minha fortaleza, mostrando minhas fraquezas! Sei que me conhece muito bem!
E sabe o quão frágil sou! Por isso, sabe também o quanto sou forte!
Por onde você anda?!
Tenha certeza: Você tá aqui, guardadinha, dentro do meu coração! Te vejo em meus devaneios! Te ouço nas músicas que partilhamos gostar! Te sinto no vento...
Em dias como esse...
Vejo o seu olhar, apaixonado, encantado... Impossível de esquecer.
Postar um comentário