sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Emoções e internet!

Tava pensando em postar sobre o filme "O dia em que a Terra parou", que comecei a assistir ontem, mas devido aos raios fortíssimos que caíram por aqui, não assisti os minutos finais!
Falo dele outra hora, num outro post.
Só adianto que esperava muito mais...

Mas então, vamos ao assunto de hoje!


Lendo o Blog do Carmadélio, que é um dos blogs da Comunidade Católica Shalom, achei interessante algumas colocações que o autor transcreveu lá.
Sim, porque ele mesmo diz, no último tópico, seguido de um link, prá pessoa clicar lá e ler mais, em inglês.
Não cliquei e fiquei só no "portuga" mesmo.

O título do post me chamou a atenção no Twitter! E queria comentar aqui os tópicos que estão lá!

* Pequenas e importantes regras para o engajamento dos católicos na internet.


Só o título já despertou interesse!
O que vejo de gente querendo colocar barreiras na internet ultimamente não tá escrito!
E depois de ler tempos atrás que a Igreja tinha aprovado um aplicativo para a confissão... Ainda bem que ela já se pronunciou dizendo que não irá substituir a confissão.

Mas então, "posso fazer tudo o que quero, mas nem tudo me convém", como diz São Paulo!
Mas vamos aos tópicos:


1 - Lembre-se sempre da superioridade do mundo real sobre o mundo virtual.
Confesso que às vezes, dá vontade de mandar o mundo real às favas e viver só no virtual. Digo isso quando me refiro às desigualdades, à politicagem, e coisas do tipo.
Puritanos de plantão, que parecem já viver no Céu, se esquecendo que estamos na terra podem até me contestar, mas não tem problema. Penso isso e pronto.

2 - Sua salvação é mais importante do que o seu envolvimento na internet.
Sim, claro! Concordo em gênero, nº e grau!
Mas já fiz coisas que atestaram totalmente o contrário do pensamento que tenho hoje, em relação à isso.
Vivendo e aprendendo. E infelizmente, às vezes ferindo pessoas que amamos.

3 - Nunca diga na internet algo que você não diria pessoalmente.
Algumas pessoas que conhei, diziam que bebiam para ter mais coragem.
Se não bebiam, ficariam travadas. Parece que com a internet, é a mesma coisa. Quando estamos aqui, parece que podemos falar de qualquer jeito.
E outra: é muito mais fácil escrever algo, dizendo alguma coisa à alguém nos MSN's da vida, por exemplo, do que falar olhando nos olhos, que são a janela da alma.

4 - Não escreva nada com raiva.
Vixe...
Já fiz isso, e muito! Gritei, esbravejei, me arrependi e pedi perdão!
Lembro de uma ocasião na qual falei um monte por ter visto e lido sobre alguns irmãozinhos de outras Igrejas, que falaram mal do catolicismo. Esqueci do amor e falei um mooooonte, aqui mesmo, no blog!
Mas aqui mesmo, pedi perdão! É preciso mesmo controlar nossas emoções!

5 - Não crie estereótipos das pessoas.
Ân?! Como assim?!
Achar que as pessoas são o que não são?! A gente vai aprendendo com o tempo que não temos as respostas para tudo, e que nem sempre temos todas as respostas para todas as questões.
E não somos ninguém para julgar ninguém, qualquer que seja o motivo.

6 - Reserve pelo menos um dia da semana para ficar fora da internet.
Hoje, graças a Deus, pelo menos um dia fico longe daqui!
Mas isso porque tenho outros afazeres! Senão...

7 - Presuma sempre as boas intenções dos outros.
Aqui fiquei meio confuso!
Boas intenções?!
Na internet, caminho sempre com olhos na frente e olhos na nuca!
É um ambiente totalmente perigoso, caso não tenhamos cuidado.
Presumo boas intenções das pessoas que conheço pessoalmente e que estão aqui comigo, na rede!
Caso contrário, "confio desconfiando". Melhor assim.

8 - Lembre-se de quem é o verdadeiro Inimigo.
Isso serve sempre para o mundo real e também o virtual.

9 - Lembre-se de que Deus resiste ao soberbo.
Interessante!
Porque o que tem de gente hoje querendo ser celebridade, inclusive às custas das coisas de Deus, da Igreja e por aí vai...
"Ser simples é ser grande." Prá um bom entendedor, meia palavra basta.

10 - Não freqüente apenas sites católicos.
Tá aí a mina surpresa!
É claro que, em se tratando de internet, assim como na vida, não podemos nos fechar no nosso mundinho e esquecer da convivência (sadia) que devemos ter para com pessoas que de repente não professam a mesma fé que a gente, e que de repente também não sejam do meio que convivemos.
Uma vez, o Dunga, da Comunidade Canção Nova disse uma coisa que nunca mais vou esquecer: "Na internet, podemos ir do Céu para o inferno, em apenas um clique." Verdade.
Por isso, queridos, saibamos escolher, com discernimento!

11 - Leiam a íntegra em inglês aqui.
Quem quiser ler lá, deixo o link!

Uma coisa que não está no blog do Carmadélio, não nessas palavras, pelo menos, e que acho importante ressaltar:
Lembro que quando eu não desgrudava do MSN, e vivia numa carência maldita, eu atazanava a vida das pessoas achando que determinadas coisas que elas escreviam, escreviam querendo demonstrar sentimentos de raiva ou indiferença, por exemplo!
A verdade, é que emoção não se traduz em palavra. O fato de alguém não escrever tanto como você, não significa que ela está com raiva de você ou coisa assim!
Geeeeeente do Céu! Demorei muuuuuuuito prá aprender isso!
Tadinhos dos meus amigos e amigas mais próximos! Sofreram nas minhas mãos!
Mas o importante, é que ao final de tudo, eu aprendi e o amor venceu!

O post pode ter ficado grande, mas achei interessante comentar os tópicos!
Óbviamente você pode discordar de tudo o que escrevi aqui!
Mas a consciência é sua, e Deus nos deu o livre arbítrio!
Como eu já disse, não sou ninguém para julgar o que você pensa!
Muito menos, quem pensa!
Abração! Até o próximo post!
Postar um comentário