domingo, 1 de março de 2015

... e o tempo voa!

... mais um mês.
Ou seja, acabou o outro pra esse estrear.

Há 3 meses, resoluções foram tomadas, decisões também.
Mas é aquilo que todos já sabemos: Trata-se de apenas mais uma data de 31 para 01º de um novo mês. É só uma data.
Carregada de simbolismo, lógico! Mas nada mais do quê o 28 de ontem para o 01º de hoje.

Enquanto tava no banho (não se pode perder inspirações, né?), imaginava essa página aqui em branco, mais uma vez. E pensava: Por quê não escrever algo pra começarmos o mês de março?

Gente... Já entramos no mês três! Daqui a nove meses, já estaremos às portas de 2016!
O tempo tem voado mesmo!
O quê temos feito com o nosso tempo?

Dias atrás li que o quê mais temos de precioso para dar à alguém, é o nosso tempo. Mais precioso até do quê presentes "físico", se assim podemos chamar.

O tempo não volta.

Visitei meu pai, que mora numa cidade vizinha à minha, e ele, cheio de fazer trabalhos de artesanato, tratou de me presentear com uma casinha feita de papelão, pintada de verde, com suportes de madeira.

E tem uma entrada para moedas! Ou seja, ganhei um cofrinho! Grande, por sinal!

Fiquei imaginando que, além da graça do presente, o quê o torna ainda mais sagrado, foi o tempo com o qual meu se dedicou à trabalhar, pensando em mim!

Pergunto-me: O quê tenho feito com o tempo do qual disponho? Será que tenho investido bem?

Nesse mundo digital, onde cada vez mais nos falamos menos, mesmo nos falando mais (vai entender...), não acredito nisso.

Comentei com minha mãe que li, nessa semana que passou, que as redes sociais tem feito as pessoas se sentirem mais sozinhas, embora estejam falando com as pessoas nas respectivas redes.

Antes era necessário ligar para saber como estava. Fazíamos visitas.
Mas agora, não sentimos mais a necessidade disso.
É meio assustador... Quê rumo será que tudo isso vai tomar?

Acompanhemos os próximos capítulos!
Ótimo mês de março pra você!
Obrigado pela visita!
Nos falamos uma hora dessas!

Postar um comentário