quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Esquadrinhando

- ... hein Tales?!

- An?!

- Menino... O quê você tem hoje?! Tá avoado! Não presta atenção em nada do que a gente fala!

Era a mãe, Sofia, quem chamava a sua atenção.

- Desculpe, mãe! É que tô meio preocupado com a prova de Português! Acho que não vou me sair muito bem!

- Como assim?! Você sempre foi um ótimo aluno em Língua Portuguesa! Alguma coisa te preocupa?! Te atrapalha?!

- Sim! É que estou apaixonado pela professora!

- Hein, menino?! Acorda!

A frase sobre a declaração pela professora ele não disse, na verdade. Pensou.
Esse era o motivo da preocupação!

Marlene era a mais nova professora no Colégio de Tales.

Vivia pensando que foia melhor troca que a diretora poderia ter feito. Trocaram a bruxa pela princesa, pensava ele! 

Dona Estéphany era boa professora, mas seu jeito rude de ser, e seu visual... Digamos que não era muito de agradar!

Já Marlene, não!

Era nova! Pele clara, cabelos longos, sorriso cativante...

- Ave... Desisto. Você tá impossível hoje!

A única coisa que fez, em menção a essa chamada de atenção, foi lançar um olhar para a mãe, que saía para a rua, batendo a porta atrás de si.

Ele não fazia por mal. 
Mas era difícil mesmo, manter a atenção, lembrando da voz suave da professora recém-contratada, e que estava todos os dias, logo pela manhã, diante dos seus olhos.

Mas que lecionava em sua sala somente às segundas e quintas!
E era quarta àquele dia! No dia seguinte, lá estaria ela, cheirosa, com um perfume do qual ele não conhecia a marca. Com seu jeito angelical de se vestir!

Até nisso reparara.

"Por quê será que todas as professoras não tem a mesma atitude da Marlene?!" - Pensamentos iam e vinham.

Os domingos e as quartas pareciam terem aumentado em relação às horas!
Estranhamente, antigamente, não demoravam tanto a passar assim.

A única coisa que sabia, é que no dia seguinte, lá estaria a paixão de adolescente novamente!

- A palavra é "esquadrinhar"! - repetiu pra sim mesmo, em voz alta!

Era uma de suas tarefas! Pesquisar novas palavras! E "esquadrinhar" era uma delas!

Desculpa perfeita para se viajar durante todo o dia, imaginando onde estaria ela naquele exato momento! Refletindo sobre o que ela gostaria ou não de fazer nas horas vagas!

Estava cansado. Cansado de esperar as horas passarem. 
Faz parte da ansiedade! Ele sabia disso! Mas dali a algumas horas...

Dormiu.

E acordou! Com um sorriso no rosto!

Era hora de se aprontar para ir à escola!


Postar um comentário