quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Valorizar o que realmente vale a pena é uma arte!

"Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las!"

Quem disse isso foi François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire!

Em tempos de liberdade de expressão, uma frase bem interessante!
Existem várias pessoas que conheço, tanto pessoalmente como na internet, que tem opiniões super interessantes, sobre os mais diversos temas!
Não concordo com tudo o que dizem! Afinal, tenho minhas convicções, mas usando um bom filtro, vale a pena!

Hoje reflito com você, as maneiras diferentes que cada pessoa tem de enxergar o mundo, as coisas, as realidades!

Há muito tempo atrás, lia no Orkut de alguém que, o que é precioso para mim, pode não ser para você, e vice-versa!

Entrei num papo hoje com a Thais, nessa tarde maravilhosa de feriado (Independência do Brasil), sobre os absolutos que existem! Ou não!

E achei interessante o ponto no qual chegamos!

Começamos falando sobre a dificuldade que os pais e educadores tem enfrentado nos últimos tempos quanto aos bons modos (ou à falta deles) das crianças de hoje em dia, e fomos parar nesse tema do absoluto!

Ou seja, prá mim, tal coisa pode ser! Prá você, não! Quem tá certo?!

"Ah, Márcio! Tá certo por causa disso, disso e disso!"

Sim, mas você realmente acredita nisso, ou você é só um papagaio que repete o que te disseram?! São suas reais convicções?!

Eu tenho quase certeza de que não saberei me expressar muito bem nesse post!
Mas espero que você entenda!

As conclusões que eu e a Thatha chegamos, é que ninguém vê nada como o outro vê!
Cada um enxerga de um jeito! E cada um quer arrastar pro seu lado! Seja por ideologia, religião, política, futebol...

Pode ver! Todos os temas que causam discussões, polêmicas, envolvem paixões! Das mais variadas e possíveis formas!

E é só você discordar de um dos lados que pronto!
Já te julgam, e te condenam! Sem direito de defesa!
Lembra sobre aquilo que eu disse sobre idealizar as pessoas, alguns posts atrás?! Então...!
Funciona mais ou menos nesse esquema!

Por isso gosto da frase de Voltaire, e também da frase "é só a minha opinião! Não significa que você tenha de concordar!"

Pra encerrar, dias atrás conversava com uma amiga minha, que quando tivermos 80 anos (Deus nos ajude a chegar até lá), vamos olhar pra trás e pensar assim: "Puxa vida! Dei tanto valor para coisas que não mereciam tanta atenção! Valorizei cada coisa que não precisava e nem tinham todo aquele valor... Teria aproveitado bem mais o tempo..."

Conversa com alguém de mais idade pra você ver!
Pelo menos, com os quais conversei, esse tipo de afirmação foi quase unânime!


Postar um comentário