quarta-feira, 27 de junho de 2012

Lembrando lembranças! Recordando recordações.

Hoje de manhã, resolvi voltar.
Voltar para o que é meu. Voltar. Voltar pra onde?!

Voltar pra mim! Pra quem eu sou. E não vejo crime nisso!

Muitas vezes a gente vai andando, andando... A história vai acontecendo... E a inocência vai se perdendo...

Voltar! É preciso ter coragem pra voltar!

"Todo parto dói! Nascer requer coragem!"

Me pego em meio aos meus pensamentos. Pensamentos, memórias e recordações.
Que me levam numa viagem cada vez mais intrínseca. 

E nessa viagem, ninguém pode ir comigo! É algo muito meu. É o meu sagrado.

Interessantes reações de um coração que já passou pelas mais variadas formas de emoções!

Risos, lágrimas, realizações e frustrações. O ser humano é feito disso.
Muitas vezes, os de nossa espécie até tentam fugir disso, mas é meio difícil, afinal, "não semo anjo nem fióti!"

Acordo num bosque. A brisa suave sopra, de leste à oeste.
Flores lindas me rodeiam! Essas flores são as pessoas, almas amigas que sempre fizeram (e farão) parte dessas histórias que sempre comento, que sempre me lembro. E relembro.

É verdade. Ainda há muito o que viver. Mas numa alma saudosista, essas coisas fazem a diferença. Mas prefira ver pelo lado bom! Eu assim prefiro!

A inocência da criança interior que vive dentro da gente... Deveríamos dar mais chance à ela, para que vivesse de maneira mais presente no nosso dia-a-dia!

Acredito que muita coisa seria diferente! Muita coisa seria melhor!

Mas essa decisão, é individual! A viagem, é individual. É escolha. Eu escolho, todos os dias!

E como é bom viajar pela minha história, passando pela sua, e de tanta gente que se foi no tempo, mas que não saiu do coração!



Postar um comentário