terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Os frutos que devemos (ou deveríamos) colher!


Sabe que quando acordo cedo, parece que as idéias fluem melhor?!
É o que diz aquele ditado! Deus ajuda à quem cedo madruga!

Caminhei com o Xande hoje!
Aliás, caminhamos sempre em Janeiro, né Ricardo?!

Uma das coisas que mais gosto em nossas caminhadas, são as partilhas que fazemos.
E hoje falando com ele, surgiu o tema (um entre muitos) sobre os frutos das experiências de oração pelas quais já passamos!

Falei prá ele que durante muito tempo eu pensei assim: "Nossa! Como pode uma pessoa ter passado pelo Batismo no Espírito Santo e agir assim, de tal forma?!"
Ontem comentei algo sobre isso com a esposa dele também, a Kátia.

Mas é aquilo, né?! Antes de olharmos para o cisco no olho do irmão, temos de olhar a trave que está no nosso!
E um dos exercícios que quero vivenciar nesse 2010 é esse: Não cobrar as pessoas as atitudes que eu acho que elas deveriam ter, e eu mesmo agir como sei que devo agir!

Quando faço coisas que não deveria, como magoar alguém por uma besteira, por exemplo, quando coloco a minha cabeça no travesseiro ou os meus joelhos no chão, Deus não me poupa da correção! Amém por isso!
Afinal, Ele corrige aqueles que ama!
Mas então!

Aaaaah, meu Deus! Eu não deveria ter agido assim! Onde foi que coloquei tudo o que já aprendi nesses anos de caminhada?! E o Batismo no Espírito pelo qual passei?! Os vários momentos?! E a escravidão por amor?!

Pois é, povo de Deus...

Ainda há muito o que lapidar nesse bendito que digita essas palavras aqui, na frente do PC...
Peço à Deus a graça de melhorar sem ferir as pessoas que tanto amo. Infelizmente, sou expert nisso. Quando amo muito alguém, minha tendência é me aproximar tanto, que às vezes, dá choque! Mas sempre por amor!
Mas ninguém é obrigado a ter uma eterna paciência comigo, não é?!
Afinal, errar é humano! Persistir no erro...

Essa é a reflexão de hoje!
Pergunte a si mesmo: Onde tenho empregado tudo aquilo que tenho aprendido no grupo de oração, na Missa, na catequese?!

Eu também me faço essas perguntas!
Procuro responder para mim mesmo, para ser uma pessoa melhor!
Não do que os outros! Mas para os outros!
Abençoada terça prá você!
Até o próximo post!
Salve Maria!!!
Postar um comentário