segunda-feira, 21 de julho de 2008

No que depender de mim...!

"És eternamente responsável por aquilo que cativas!"

Tomo aqui a liberdade de parafrasear essa verdadeira obra de arte de Antoine de Saint-Exupery, para ilustrar o tema da crônica de hoje!

Se prestarmos bem atenção, somos eternamente responsáveis, e não "de vez em quando responsáveis", "até quando quisermos ser responsáveis!" Penso que aí está um grande erro da humanidade!
Já ouvi uma frase com a qual eu concordo em gênero, número e grau que diz que "homem de verdade não é aquele que conquista várias mulheres todos os dias, mas sim aquele que conquista a mesma mulher todo dia!" O que quero dizer com isso? Onde quero chegar?

Quando plantamos uma planta, uma rosa por exemplo, devemos regá-la sempre que necessário, de preferência, todos os dias um pouquinho! Para que a mesma não morra! Costumo dizer que a inconstância mata qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo! Relacionamentos, planos, sonhos, projetos... É só deixar algo de lado por um certo tempo (curto ou não) para que tudo esteja fadado ao fim... Triste, mas real!

Ou seja, hoje sou levado à pensar na rosa que tenho nos dias presentes para cuidar! Plantei, agora, é necessário que eu cuide, que eu regue para que ela não morra! O que me leva à regá-la todos os dias?! Penso que é o amor! Volto aqui uma vez mais à mais linda fábula que conheço, "O Pequeno Príncipe!" Por quê a rosa era única para ele? Por causa da dedicação que o Príncipe dispensava àquela flor! Sábia a raposa, quando diz que ela era única, mesmo quando no mundo, em outros planetas existiam milhões de rosas "iguais!" Pura e simplesmente pela dedicação, pelo amor, pelo dispensar-se!
Digo-lhe, que, se depender de mim, essa linda amizade nunca terá fim! Muito pelo contrário: Crescerá cada vez mais! Pois há reciprocidade, um elemento fundamental para que aconteça o crescimento de tudo! "Quando um não quer, dois não brigam!" Cada momento é mágico, porque é único! Pare um pouco e pense, quantas oportunidades você teve na vida de ter algo realmente único, de belo e abstrato, para cuidar, para regar...
A Amizade (sim, com "A" maiúsculo mesmo) é algo abstrato! Você não pode pôr um pouquinho de amizade num saquinho ou numa caixa, pode?! Então!!! Que belo exercício poder regar uma bela amizade com belas palavras, belos gestos, intencionalidades puras, sem malícia, mesmo que o mundo não entenda!

Realmente, tudo o que é próprio do amor o mundo tem uma dificuldade tremenda em entender! Existem verdadeiros diamantes que perdem o seu brilho, única e exclusivamente pelo banal motivo de que se dá muito "ouvidos" ao que Fulano ou Beltrano pensam à respeito disso ou daquilo! Por isso, é necessário uma dose dobrada de "ser adulto" para que esses diamantes não se percam pelo chão da vida, pelo solo da incompreensão!

Por isso amo uma outra frase que, perdoe-me, não sei quem é o autor, que diz: "Descubra quem você é... E o seja de propósito!"

Você se conhece? Seu jeito de ser cativa e faz bem às pessoas, mesmo que muitos não compreendam?! Seja de propósito! Espalhe o perfume do seu ser àqueles que te cercam! Cuide das rosas que existem no seu jardim! u quem sabe até da rosa que existe no jardim. Muitas vezes... muitas vezes mesmo, não são tantas assim...
E creia em uma coisa: você é uma rosa, única, amada e regada por muitos! Por aqueles que já descobriram o perfume exalado pela sua amizade, as pétalas do sorriso... Aaah! Como é bom pensar nisso! Pensar que tudo o que Deus faz é bom e perfeito!
Na vida, devemos traçar metas, ver e trabalhar nos objetivos! Elencar projetos!

Terei o maior prazer em ter nossa amizade como projeto para a vida inteira! Regar sempre, para que não morra! Como a rosa, um ser único para o Príncipe, sua amizade é para mim! Existem várias, milhões... mas a dedicação, é como a do viajante dos cometas! Por isso, é única e especial!

"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas!" Se me cativas, és responsável por mim!!

A recíproca é verdadeira!

Postar um comentário