segunda-feira, 28 de setembro de 2009

"Está tudo assim tão difente..."


Estava aqui, diante do meu PC, pensando no que blogar hoje!
Resolvi visitar alguns Orkut's da vida. E pensei: Como as pessoas mudam! Ou melhor, como nós mudamos!
A primeira coisa que fiz foi ir no YouTube e procurar um vídeo que tratasse de alguma música sobre esse tema, mudanças! Na pesquisa, ele me indicou a música com a Cássia Eller, mas prefiro com o Legião Urbana mesmo!
Lembro-me de um frater, da Congregação do Sagrado Coração de Jesus, que num retiro disse uma vez que, se existiu alguém na música brasileira capaz de transmitir em letras e melodias os sentimentos da juventude, esse alguém foi Renato Russo! Por isso que fico muito à vontade de colocar esse vídeo aqui!

Todo mundo muda! Todas as coisas passam!
Costumo dizer isso! Tudo passa! Só o amor permanece!

Mania essa que temos de pensar que tudo será para sempre, "sem saber que o prá sempre sempre acaba!"

E por que ter medo das mudanças?! Analisando a minha pessoa e algumas pessoas com as quais convivi e convivo, tive a certeza daquilo que muitos de nós já sabemos! Temos medo do novo! Mas mudar é uma constante na nossa vida, é o ciclo natural das coisas. Sofremos porque não queremos deixar as coisas passarem, a humanidade em nós crescer. Nos apegamos aos fatos, às pessoas, aos sentimentos, e as coisas, a vida, seguem!

Pergunto à você, leitor ou leitora desse blog: Você já teve medo do futuro?! Medo do que "você vai ser quando você crescer?!"

Não tenha medo em admitir que sim!

Todos temos esse receio na nossa história! O que não deixa de ser normal!
A verdade, é que crescer também dói!
Dói ver as pessoas que amamos mudando! Mudando de personalidade, mudando os costumes, mudando as direções! E dói, porque pensamos que tudo será sempre do mesmo jeito. Nos apegamos àquilo ou à alguém e não queremos acreditar que o inevitável acontecerá! Mudanças!

Se olharmos ao nosso redor, veremos que a natureza está em constante mudança!
Ou seja, mudar é natural! Pode até doer, mas é natural!
No fim, aprendemos que as coisas são mesmo assim, "pessoas vem e vão", como diz a canção da Ana Paula Valadão!
Resta-nos então, agradecer à Deus pela nossa história, pelas nossas mudanças, e rezar, para que tenhamos deixado rastros de alegria, crescimento e Céu na vida de alguém!
Ótima tarde prá você!
Postar um comentário