segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Pareço um menino!

Não sei se você já passou por uma situação como a que começo nesse texto de hoje, mas comparo-me àquele menininho que fui, quando fazia algo de errado (e isso era coisa rara) e minha mãe me aplicava aquele castigo! Mas aquele castigo não era me proibir de sair na rua, ou de não me deixar jogar vídeo-game à tarde, até porque demorou pra eu ter o meu primeiro console!

O castigo ao qual me refiro, era ela ficar uns tempos "diferente" comigo! Sabe, ela não brincava, não conversava da mesma maneira... era diferente!

A única vez na vida onde me lembro de ter dito algo à minha mãe, foi quando a chamei, em meio às lágrimas, de boba! Foi uma vez só, mas nunca mais me esqueci!

Sabe, uma vez prometi que nesse blog, escreveria sempre o que sentisse! Por isso, às vezes me sinto refém de minhas próprias palavras! Me pergunto até quando poderei usá-las sem que sejam armas contra mim mesmo! Afinal de contas, fico à mercê de seus pensamentos! Bonito isso, né?! "Fisiológico!"

O fato, é que hoje acordei me sentindo com os meus oito, nove anos! Um menino acuado, depois de ter pisado na bola, uma vez mais! Mas não foi com minha mãe...

E não fingirei não saber o motivo!

Nunca pensei que fosse tão complexo crescer! Crescer e aprender à amar e ser amado! À ser aceito como você é, ou querer fazer alguém feliz e muitas vezes não conseguir!

Penso: É mais um dia! Vai passar!

Mas eu penso isso! Acho que você pensa igual! Acredito que sim! Todos somos diferentes! Mas acredito na força do seu amor! Já vi que ele realmente é grande! Por isso, não faço pouco caso dele ao dizer que nossas fases não tão sorridentes tendem a passar! Já experimentei isso algumas vezes, não é?! Sei que sabe também que me esforçarei para que esses momentos sejam bem menores do que aqueles onde faço você rir!
Mas é inevitável estarmos sempre sorrindo!

Eu não sabia disso!

Acho que na escola da vida, faltei no dia dessa aula! Eu pensava que todos deveriam estar dispostos, rindo prá dedéu toda hora! De tudo e todos, à qualquer hora e em todos os momentos!

Entenda, que estou bem! De verdade! Mas, como prometi, é assim que me sinto! E tenha certeza: sempre que eu aprontar alguma arte fora de foco, é assim que me sentirei! Você sabe que gosto de pensar que somos crianças que crescemos... Mas isso não é motivo para não deixar a infância passar. Muito pelo contrário! Aprendo a cada dia!

Só peço à Deus que sua paciência não se esgote comigo! Acho que isso não acontecerá, mas nunca é demais pedir proteção celestial! Afinal de contas, me aguentar não é para qualquer um!!! Tem de ter fibra, ser forte e o principal: Saber perdoar! A cada perdão que recebo seu, me esforço mais para ser melhor com você!

É o meu jeito de ser amigo! Querer te ver sempre bem! Não é que eu fique me culpando por tudo, mas sei quando você não se sente bem nas vezes em que me esqueço de algo tão importante, nas vezes em que o foco tende à sumir de minha mente...

Quero atuar como o adulto que sou, porém, hoje, segunda, pareço um menino! Grande Fábio Jr!

Você é importante para mim! Nas diversas áreas da vida! Se as amizades assim estão cada vez mais raras no mundo, pretendo que a nossa seja sempre aquela onde as pessoas possam olhar e dizer: "Isso ainda é possível?! Quero também!"

Anjo da minha vida, desejo que sua semana seja maravilhosamente abençoada por Deus! Esse menininho dentro de mim manda um beijo prá você!
Às vezes sapeca, às vezes arteiro! Mas ainda assim, te ama de verdade!

E que Deus continue abençoando essa nossa rara amizade!

Linda amizade!

Postar um comentário