sexta-feira, 29 de agosto de 2008

"Os santos e os poetas, talvez!"

Duas e sete da manhã!
A música vai e volta no Media Player, exatamente como disse à você que faria!
Ela vai e volta! Com sua letra triste, mas bonita! Bem interpretada e com uma melodia e uma harmonia que encantam!


Sumido?! Pode se dizer que sim! Mas sempre estive com você aqui dentro de mim! Como comentei anteriormente, não foi por falta de inspiração!

Muito pelo contrário, pode ter sido por inspiração demasiada! Rsrsrs!!! Lembra que me tornaria refém de minhas próprias palavras?!
Então... Fica combinado assim!!! Rsrsrs!!!

Sabe, é dose! Queria narrar tudo o que há dentro de mim! Modéstia a parte, até sei onde estão as palavras, mas não sei por qual motivo, é difícil alcançá-las! Elas tem um peso tão grande (no bom sentido da palavra 'peso!') que seria muito difícil trazê-las até aqui!

Mas mesmo assim, tentarei!

Afinal de contas, uma das muitas coisas que tive a graça de aprender com você, foi a benção de nunca desistir! E não desistirei mesmo!!!

Quero muito que esse texto seja o meu retorno ao blog e ao Recanto, uma vez que andei meio longe ultimamente! Para mim, é uma maneira de entrar em contato com você, mesmo quando não estou aí do seu lado! Sempre que quiser, pode acessar o capítulo atual do meu amor fraternal que sinto por você!

É! Muitos falam que amam! Outros juram amores eternos! Digamos que hoje em dia o amor é muito falado... porém, o triste é saber que é pouco experimentado... Pouco vivido.

Você me demonstra a cada dia o que é viver o amor!
Com atos, gestos e de verdade!
E como é bom me sentir amado assim!
E como é bom amar você também, com todo o carinho e com toda a ternura possíveis!

Hoje, tenho 28 anos! Não sei quantos anos Deus permitirá que eu caminhe nessa terra, mas saiba de uma coisa: Jamais me esquecerei de tudo o que você tem feito por mim! Nunca me esquecerei da importância que você tem em minha vida! Se assim o fizesse, seria desprezar o mais belo presente que recebi dos céus!
Não se deve recusar presente de ninguém! Quem dirá de Deus!

Ainda teremos a oportunidade de conversarmos mais sobre os tesouros que trago guardados dentro de mim, mas, com eles, muita sugeira também! Preciso de alguém que me escute! E você, sabendo disso, se prontificou de imediato para me ouvir! Mais um ato de amor!

Madrugada... Madrugada onde podemos refletir! Sei que muitos como eu são seres pensantes, nas altas horas em que o sono não vem, como hoje, mesmo tendo acordado cedo ontem e acordando cedo daqui a pouco!

Penso e reflito na minha vida! Nas pessoas que entraram e saíram de minha convivência.
Decididamente, não quero que você saia nunca mais!
Não pode!
Sem condições disso acontecer!
Preciso de você, dos seus conselhos, suas orações, sua presença!

Sou melhor hoje por ter te conhecido! Gosto até de falar das possibilidades! Das aventuras e tragédias... Situações cômicas que vivenciei! Como é bom sorrir com você!

Lembro-me do texto "No que depender de mim!", onde dizia da minha vontade de estar sempre pronto à te ajudar!

Sabe o que acabei de pensar?

Você não escreve em blog algum! Não posta nada no Recanto das Letras! Mas experimento, de uma forma ainda mais bela, tudo aquilo que escrevo "para" e "de" você!

Você não escreve num blog na internet, mas escreve no blog do meu coração, e posta no Recanto de minha alma!

Penso ser isso mais importante do que todos os textos que publiquei até hoje! Muitas vezes escrevi que queria fazer você sorrir, mas no dia seguinte, fiz você chorar... Escrevi que queria vê-la feliz, e te deixei triste...

Mas você sempre teve a grandeza de saber e querer me perdoar! Não desistiu de mim! Por isso posso dizer hoje, que tenho um anjo particular na terra! Já fui salvo de roubadas, pela maneira com que você fala comigo! Já fui liberto de sofrimentos, por ouvir sua bela voz ministrando uma bela canção!

Ah! Que presente!

O mundo precisava experimentar o que experimentamos!
Acordar com a vontade de dizer bom dia!
Viver orando em toda situação o dia todo um pelo outro!
Alegria na graça do encontro!
E a graça de poder dizer boa noite, ao término de mais um dia que Deus concedeu!

Na obra "Minha cidade", de Orson Welles, a personagem Emily (protagonista) pergunta ao narrador se os seres humanos reparam na vida enquanto a vivem. E ele responde tristemente: "Os humanos não. Os santos e os poetas, talvez!"

Busco a santidade! Poeta, não posso dizer que sou! Mas saiba de uma coisa, coração: você me fez e faz ver a vida e reparar nela todos os dias de uma forma diferente! Não sei se você, com sua maneira especial de ser, me ajuda a ser mais santo ou mais poeta! Gosto da idéia que me ajuda nas duas dimensões que o Sr. Welles tão bem narrou em sua obra!

Que Deus continue cobrindo você com a Luz que emana dEle!
Como conversamos, você é como a Lua que reflete a luz do Sol!
Deus é o Sol! Você reflete a Sua Luz! E me sinto aquecido por isso!!!
Preciso todos os dias dessa Luz! E você tem sido esse canal direto com o Céu para mim!

Espero que os detalhes de meu viver te façam tão feliz como você me faz feliz!
Detalhes esses que quero partilhar um dia desses com você!
Meus diamantes, que precisam ser ainda muito bem lapidados, para tomarem a forma de jóia preciosa, tesouro precioso!

Hoje é sexta-feira! Mais uma semana se foi!

Levanto as mãos aos céus, e agradeço! Mais uma semana em que fui contemplado com a sua linda amizade! E quanta coisa a gente vive, né?!
Se o que a gente vive é rotina, então eu amo essa minha rotina!!! Rsrsrs!!!!
Só que não pode ser chamado de rotina, pois com você, tudo se renova todo os dias!!!

O sorriso, o nascer e o pôr-do-sol, a lua que às vezes vem, e às vezes não vem...
A vida toma um novo sentido! Os problemas, encaro de maneira diferente, com mais coragem e determinação em vencer!

Pretendo publicar um texto novo a cadia dia! Mas sei de uma coisa! E disso tenho certeza: Jamais conseguirei expressar em palavras a alegria que tenho por Deus ter me enviado você como minha melhor amiga! Espero fazer como você, que, além das palavras de nossas conversas e partilhas, demonstra seu afeto e seu carinho com gestos concretos!

Que na sua vida, eu não seja apenas um escritor, mas também uma personagem importante em sua história!

Oa capítulos da minha vida onde você aparece, geralmente são os mais belos de serem vividos, experimentados!

Obrigado por tudo! Que tenhamos a chance de ver um no outro, as vitórias de Deus em nosso meio!

Graças ao Sr. Orson Welles sei que não são todos os humanos que reparam na vida enquanto a vivem! Apenas os santos e os poetas, talvez!

E graças à você, Kátia Santos, sei que vejo a vida e a reparo, à Luz de nossa linda amizade!
Amo você, minha melhor amiga!

Reparo que minha vida é bem melhor de ser vivida, por você fazer parte de maneira especial em minha história!

Reparo e sei que a vida é bela, pois alguém como você existe para embelezar o que de mais lindo Deus poderia ter criado: A força de uma maravilhosa amizade! Pura e verdadeira!

Verdadeira... e eterna!!!

Assim seja!!!

Postar um comentário