sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Quando encontramos um tesouro precioso...

Sempre ouvi dizer que só damos valor para o que temos quando perdemos aquilo que tínhamos... Mas e quando você perde algo que ama, adora?!

Ou seja, você tá ali, feliz com aquilo, com aquela realidade, mas, por artimanhas do destino, sei lá, às vezes erros próprios, aquilo que lhe é tão caro, escapa por entre os dedos...

Penso que isso é mais triste do que perder algo quando não damos valor! Creio que soframos mais com isso!

Mas é óbvio que devemos respeitar e entender esses momentos quando são necessários! Já comentei uma vez que, o "ser adulto" concorre em arcarmos com as consequências das escolhas que fazemos. Como é difícil ser adulto! Como é difícil lhe dar com as perdas. Não fomos educados para isso.

Às vezes vejo certas situações que me fazem pensar! "Aquilo aconteceu com fulano (a) porque ele (a) decidiu daquele jeito! Tomou aquela atitude!"

Mas e quando somos pegos de surpresa?!

As realidades de dentro do coração custam a mudar. Não posso ir contra a lei da natureza. A inconstância mata qualquer coisa. Mas existem coisas que do fundo do meu coração não queria que morressem, que não deixassem de existir! Quando encontramos um tesouro precioso, buscamos dar atenção àquela jóia! O restante, continua lá, mas é tudo diferente!

Existem pessoas que Deus coloca na vida da gente para que entremos nos eixos!

Para nos fazer pensar na vida profissional, na busca de um ideal! Na busca de uma vida melhor, e também para que aqueles que fazem parte do novo ciclo de amizade ensine e aprenda com essas pessoas!
Você é assim! Melhorei muito! Busco o melhor a cada dia, não só para mim, como também para queles que me rodeiam e que também fazem parte do meu amor!

Agradeço à Deus todos os dias por essa riqueza que é nossa amizade!E rezo, para que isso, nunca mais acabe! Apenas aumente! Nele, tudo é certo, certo caminho de salvação, de santidade, de busca! De amizades que não se encontram em qualquer esquina, mas que foram moldados dentro do coração de Deus! E pela grandeza das coisas geradas dentro desse coração, às vezes não entendemos! As pessoas não entendem! Como diz a canção, "Essa vida só não basta para o mundo compreender, que o Amor que Deus nos dá nos faz irmãos!"

Acredito cada vez mais nessa frase.
Amizades vedadeiras, conta-se nos dedos. Que a nossa possa ser contada eternamente, não só nos dedos, mas principalmente no coração!

É o que almejo, do fundo da alma.
Postar um comentário