domingo, 12 de dezembro de 2010

"... em meio à multidão."

Começo escrevendo esse post num dia, e acho que terminarei em outro.
Não tem importância.
Onde estou?! Cadê todo mundo?!

Olho para os lados e não vejo ninguém.
Uma das piores sensações é sentir-se sózinho em meio à multidão.
Quem já passou por isso sabe.
Mas interessante é passar por isso e ter com quem contar. O problema é:
E quando não se tem?!

Sofre-se! Acho que esse termo nem existia, até agora. Sofre-se!

Parece que a gente vive sonhando, e um dia, a gente acorda desse sonho.
Daí é o momento no qual você olha para os lados, e o porto seguro que tanto te ajudou, não está mais ali.
Ok, ok... Deixa eu ser humano, ok?!
Sei que tudo tem um jeito nessa vida! A esperança nunca morre!
Mas os tempos de deserto também chegam.
E atravessá-lo sem o seu apoio, tem sido uma tarefa um tanto quanto árdua.
Mas a vida ensina! Um dia, isso tinha de acontecer.
E eu teria de acordar. Mesmo em meio à tristeza de não se ter mais aquilo que se teve.

Sem problema.

Amanhã é outro dia!

Surgirão novas oportunidades! Novas conquistas!
Novas pessoas! Novas realidades!
Nova vida!
Postar um comentário