sexta-feira, 20 de julho de 2012

Obrigado, amigo(a)!

Dizem que o amor não se agradece, e que tentar explicar sentimentos em palavras diminui os mesmos. Mesmo assim, hoje serei ousado!

Como não agradecer pelo cuidado, pelos momentos de alegria, de sorrisos, de tristezas e de lágrimas?!

Sim!

Quanta coisa já vivi contigo, hein?!

Muita coisa, amo lembrar e relembrar! 
Outras, gostaria que nem tivessem existido... 
Mas a vida é assim mesmo!
Cheinha de altos e baixos!

Que bom que naquele dia, naquele lugar, você estava lá!
Ter te conhecido, foi com certeza um dos melhores presentes que Deus poderia ter me concedido! Afinal de contas, não é todo dia que podemos escolher fazer parte de uma família na qual não nascemos, mas mesmo assim, onde as pessoas signifiquem tanto pra gente!

Espero, de verdade que, se já te fiz chorar, que tenha sido de alegrias!

À quem quero enganar... A gente sempre machuca aqueles que mais a gente ama...

Bem... Você há de convir comigo, que se passamos por tudo o que passamos, e chegamos aqui hoje, isso é sinal da verdade que nossa amizade é! Vencemos! Sofremos, mas vencemos!

Obrigado pelas alegrias do passado, pela torcida do presente e pela expectativa do futuro!

Como você já sabe, não sou perfeito, mas pode contar com minhas orações!

Sou fã de Santa Teresinha! Sempre que eu bater um papo com ela, lembrarei de ti! Pedindo que por intercessão dela, sua vida seja cada vez mais abençoada!


Meu coração já se sentiu só. 
O inverno era mais frio do que ele aparentava aguentar.

Sozinho num canto da existência, lá estava ele, sem ninguém com quem conversar, sem ninguém com quem contar...

O vento frio da solidão o golpeava por todos os lados. O silêncio era cortado pelo uivo do medo e da angústia.

Até que surgiu um ponto ao longe, que foi ficando cada vez maior!
Era você, com o cobertor do seu coração, que vinha me aquecer, e ocupar um espaço dentro de mim que nunca mais lhe seria tirado! É seu, e dali, ninguém te tira!

Sabe por quê?!

Porque escolhi assim!

O sagrado do meu coração, eu abro pra quem eu quiser!

E esse sagrado, não é pra qualquer um(a). Muito pelo contrário!

Precisa ser conquistado! E você conseguiu!

Sabendo que o amor é mais decisão do que sentimento, escolhi te amar e te aceitar, do jeitinho que você é!

E se hoje você faz parte dos amigos(as) que posso contar nos dedos, é mérito seu!

Ser amigo, é também aceitar ser machucado por quem a gente menos espera. É chorar por isso, e mesmo assim, saber e entender que a gente não consegue viver sem esse coração que pulsa ao lado da alma!

Já dizia um saudoso Padre, "não quer se decepcionar? Não tenha amigos!"

Já decepcionei! Já fui decepcionado! Mas em tudo, o amor venceu!

Obrigado, amigo! Obrigado, amiga!

Hoje sou mais feliz porque... Se amigo é a família que a gente escolhe... Eu escolhi você!


Postar um comentário