segunda-feira, 9 de julho de 2012

Começar de novo

Hoje sonhei com você!

Foi legal! Deu pra matar um pouco a saudade! Até pensei em mandar uma mensagem pra você, assim que acordei, brincando assim: " Te vi hoje! Foi bom, tava com saudade!"

Mas pensando melhor, foi bom não ter mandado! Sei lá o quê você pensaria!

Tô cansando de falar de saudade! Já passou da hora de olhar o presente para investir nesse futuro tão próximo! Tanta coisa que eu poderia estar vivendo... E tanta gente dizendo que tô perdendo tempo... 

Perdemos muito tempo "ressentindo" certas coisas que não merecem isso...
Estamos e ficamos muito tempo ocupados olhando para trás...

Sabe... Tô começando a acreditar nesse povo... Você, por exemplo, segui em frente! Me orgulho de você! Exemplo à ser seguido!

E vou nessa! Sério! Decidi!

Há tanta coisa por fazer, à se viver!

Chega uma hora, na qual a gente cansa de ser apenas expectador!

Sim, eu sei... Renúncias serão feitas. São necessárias!

Mas se com todo mundo é assim, por que comigo seria diferente?!

Não será! Uma pena não ter entendido isso antes... Mas nunca é tarde para começar.

Bem... Alguns podem pensar que sim, mas... Não! Disso não irão me convencer!
Não pode ser tarde! Tudo tem o seu tempo e o seu jeito!

Pode ser que nem tudo tenha saído como havíamos planejado! Pode ser que nem tudo tenha vindo do jeito que a gente queria, e nem do tempo em que esperamos...

Tá vendo...?

Não sei por quê motivo insisto em falar no plural... O primeiro erro está nisso.
Afinal, se tudo tivesse saído do jeito combinado, até mesmo sendo dois, seríamos um e seria singular, embora a individualidade fosse (e seja) uma verdade...

Sou eu... Preciso viver em mim, para mim... Nesse sentido, não só é válido como também é necessário...

Vou aprendendo com o tempo, prestando atenção nos mínimos detalhes que ocorrem do meu lado!
Não quero perder esses detalhes! Fazem parte de minha história!

Folha em branco!

Hora de escrever uma nova história!
Só uma coisa: obrigado por tudo!
Jamais esquecerei!
Até porque os sonhos não deixam...


Postar um comentário